quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

História de uma menina magrinha

Era uma vez
Uma menina magrinha,
Pequinininha,
Tão sorridente
Que não escondia
Sua falta de dente.

Essa menina era travessa,
Era levada,
Despenteada,
Medrosa
E um tanto carinhosa.

Do escuro ela corria,
Tomava um susto e se tremia.
Menina como essa eu ainda hei de conhecer,
Pois menina como essa ainda irá nascer.

Me atacava ligeiro,
Revirando meus bolsos,
Procurando doces,
Brinquedos,
Dinheiro.

Eita que essa menina me cansa,
Me vence e me derruba,
E ainda se debruça,
Para mais uma dança.

2 comentários:

  1. hahaha, gostei desse não sei porque, fui lendo e dando risada

    ResponderExcluir
  2. hahaha
    valeu
    era pra ser engraçada mesmo.

    ResponderExcluir